Torne-se fã

A acne tardia, na idade adulta

Bastante tempo depois da adolescência, alguns adultos voltam a ter borbulhas e pontos negros no rosto. Diferente da acne juvenil nas causas e nas manifestações, esta acne tardia necessita de um cuidado específico.
 

Editado em 02/04/2012
Longe de ser exclusivo dos adolescentes, a acne afecta também os adultos, principalmente as mulheres entre os 25 e os 40 anos : 41% das mulheres são afectadas. Dentro deste grupo, mais de um terço não teve acne na adolescência : a acne juvenil e a acne tardia não estão necessariamente associadas.

A acne tardia é geralmente menos severa que a do adolescente : as borbulhas e os comedões são menos numerosos, menos inflamados, e maioritariamente localizados no contorno da boca e no queixo para as mulheres (zona mandibular e peri-oral) , e nas costas e no peito para os homens. O efeito inestético é menor que nos adolescentes, por isso a acne do adulto é melhor vivida e por vezes negligenciada : apenas 22% das mulheres adultas com acne cuidam da mesma. Para tal, existem actualmente cuidados e tratamentos que permitem libertar-se deste inconveniente.


Uma multiplicidade de causas


Embora esteja essencialmente associada às modificações hormonais da puberdade para o caso do adolescente, a acne tardia é multifactorial. Podendo ser devido a:
 
  • Uma pele oleosa por natureza.
  • Na mulher, as oscilações hormonais associadas aos ciclos menstruais, que desencadeiam com frequência o aparecimento de borbulhas alguns dias antes da menstruação. As alterações hormonais que ocorrem durante a gravidez podem também ser acompanhadas por uma crise de acne.
  • A utilização sucessiva de cosméticos inapropriados, nomeadamente maquilhagem muito oleosa  e oclusiva como algumas bases.
  • Alguns medicamentos.
  • Uma contracepção inadequada.
  • A predisposição genética.
  • O stress.
  • A poluição.
  • Mais raramente, uma perturbação no funcionamento dos ovários ou das glândulas supra-renais.

A acne do adulto tende a desaparecer espontaneamente nas mulheres depois da menopausa.


Os cuidados dermo-cosméticos em destaque


Mais leve que a do adolescente, agindo sobre uma epiderme menos resistente a tratamentos agressivos, a acne do adulto deve ser abordada de um modo mais específico e respeitador da sensibilidade da pele. Com frequência, a adopção de uma higiene cuidada e a utilização regular de cuidados dermo-cosméticos específicos são suficientes para observar uma melhoria :
 
  • Limpe a pele de manhã e à noite com um produto de higiene suave e sem sabão.
  • Aplique todas as manhãs um cuidado hidratante reparador para nutrir e suavizar a pele, e todas as noites um cuidado de tratamento contra as imperfeições.
  • Retire toda a maquilhagem cuidadosamente todas as noites antes de se deitar.
  • Utilize unicamente produtos de higiene e de cuidado especificamente formulados para as peles com tendência acneica.
  • Se se maquilhar, opte por produtos não comedogénicos, não oleosos e se possível adaptados às peles com tendência acneica.
 

E no caso de uma acne persistente…


Se estas medidas não forem suficientes para superar a acne, consulte o seu dermatologista. Ele irá prescrever um tratamento adaptado à sua idade e ao seu tipo de pele, que poderá incluir :
 
  • Os cuidados tópicos, a aplicar nas zonas afectadas : cremes ou loções anti-inflamatórias, antibióticos ou retinóides.
  • E/ou um tratamento oral, composto por antibióticos, derivados de zinco, isotretinoína ou ainda tratamentos hormonais, como algumas pílulas.

A nossa filosofia

Saiba mais

Os nossos compromissos

Saiba mais

A nossa filosofia

Saiba mais